in

Break even: entenda o que é e como calcular em seu negócio

break even
O break even é um cálculo que permite identificar quantas unidades de mercadorias uma empresa deve produzir para equalizar os custos de produção.

Todo empreendedor deve saber e calcular qual é o ponto de equilíbrio do seu negócio, conhecido como break even. De forma simples, o break even é o ponto de equilíbrio onde as receitas totais e os custos totais são iguais, e o lucro é zero.

Ou seja, esse termo em inglês designa o ponto de equilíbrio da empresa, em que não há perdas e nem lucros.

É importante tanto para uma empresa envelopamento de veículos, como para empresas do setor financeiro. Logo, é uma variante importante para todo e qualquer tipo de negócio.

Se você quer entender mais sobre esse conceito, a importância e como calcular, continue lendo este artigo. Confira!

O que é break even?

O break even é um cálculo que permite identificar quantas unidades de mercadorias uma empresa deve produzir para equalizar os custos de produção. Em outras palavras, o ponto de equilíbrio indica o ponto exato em que o lucro e as perdas da empresa são iguais a zero.

Logo, quando você possui um negócio, seja ele de armazenagem e distribuição logística ou qualquer outro tipo de negócio, ou mesmo deseja iniciar um, é essencial realizar uma análise de risco. Ou seja, a análise do ponto de equilíbrio é uma ferramenta que pode:

  • Reduzir significativamente os riscos;
  • Permite fazer análise de negócio;
  • Identificar o volume mínimo de faturamento que se deve atingir;
  • Evitar perdas de qualquer natureza.

Nesse sentido, o break even não é apenas uma ferramenta de previsão de risco, representa um meio válido de controle da atividade produtiva, e permite monitorar lucros e perdas durante a produção e intervir prontamente no caso de uma tendência negativa.

O break even é, portanto, o ponto de equilíbrio através de uma análise técnica que estuda a relação que existe entre três principais fatores de negócios: custos fixos, custos variáveis e volumes de produção (quantidade de unidades produzidas de uma determinada mercadoria).

O objetivo desta análise é identificar o “break even” que é o valor da receita necessária para cobrir os custos totais. Tanto uma fábrica de telha térmica, quanto um restaurante precisam utilizar essa métrica.

Qual é a diferença entre custos fixos e custos variáveis?

Você sabe qual a diferença entre essas duas métricas? De fato, para começar a medir o break even com assertividade, é preciso entender esses dois termos. Em suma, custos fixos são despesas que não variam conforme a quantidade de produção varia.

Se uma empresa de consultoria em implantação de erp possui 0 clientes em um dado período ou 100 clientes no mesmo período, esses custos permanecem os mesmos, pois não dependem da atividade de produção.

Logo, os custos fixos incluem despesas relacionadas à estrutura técnica e organizacional, como aluguel de espaços da empresa ou salários de funcionários. Já os custos variáveis são despesas que podem variar em relação à quantidade de produção.

Em outras palavras, os custos variáveis aumentam ou diminuem com base no número de unidades produzidas. Enquanto os custos variáveis incluem gastos com matérias-primas, consumo de energia ou manutenção de equipamentos da empresa.

break even: como é calculado?

O break even é calculado usando uma análise específica chamada análise de equilíbrio. A realização deste estudo requer conhecimento dos custos fixos e variáveis da empresa.

Analisando a fórmula pode-se deduzir que o break even é o ponto de equilíbrio, e diz respeito a quantidade de unidades a serem produzidas para equalizar os custos.

A fórmula é a seguinte:

PEF = (gastos fixos – gastos não desembolsáveis) / margem de contribuição

Para entender melhor como ela funciona e como é calculado, vamos para um exemplo prático:

Partindo da fórmula já explicada PEF = GF-GND / (MC), aqui está um exemplo prático para entender como calcular o ponto de equilíbrio do negócio.

Imagine que você tenha uma pequena empresa de consultoria em gestão financeira que vende cursos no valor de R $140,00/por curso.

A unidade e os custos variáveis para a produção de cada curso são de R $70,00. Assim, a margem de contribuição unitária é de R $84,00 (ou 60% do preço de venda).

Além dessa informação, você precisa conhecer seus gastos fixos e a depreciação. Neste exemplo, vamos considerar um custo fixo anual de R$24 mil, sendo que R$3 mil são relativos à depreciação de bens e equipamentos).

Feito isso, basta aplicar a fórmula. Observe:

PEF = (R$ 24.000,00 – R$ 3.000,00) / R$ 84,00

PEF = 2.500 unidades

De fato, se você preferir, pode contratar uma assessoria financeira para facilitar os processos de métricas e gestão das finanças de sua empresa. Mas, é um cálculo bem simples que pode ser aplicado em qualquer navio, com qualquer produto de venda.

Por que é importante calcular o break even?

Realizar uma análise de break even traz inúmeras vantagens para qualquer negócio, desde uma padaria até mesmo uma empresa de consultoria tributária. Veja os principais benefícios:

É eficaz para fins de previsão

A análise do ponto de equilíbrio é eficaz para fins de previsão da empresa, pois destaca a quantidade de vendas necessária para atingir uma situação de equilíbrio. É, portanto, uma ferramenta fundamental na elaboração do plano de negócios da empresa.

Ajuda a calibrar os preços de venda

O cálculo do ponto de equilíbrio é útil para identificar de forma otimizada o preço de venda dos produtos da empresa. O preço de venda tem uma influência importante na rentabilidade e, portanto, é essencial determiná-lo de forma perfeita para garantir o lucro do negócio.

Ajuda a entender quais são os custos fixos e variáveis

Para saber quais são os custos fixos da empresa e, sobretudo, entender como cobrá-los de maneira ideal, é necessário realizar uma análise do ponto de equilíbrio.

É uma ferramenta de controle para a atividade produtiva

O ponto de equilíbrio é uma ferramenta de controle fundamental para a empresa, pois permite verificar os ganhos e perdas ao longo da atividade produtiva.

Define metas de ganhos realistas

Ao calcular o ponto de equilíbrio fica mais fácil estabelecer objetivos de ganhos realistas e concretos para a equipe de trabalho, pois as metas podem ser definidas com base em números precisos e já registrados.

Reduz os riscos

O cálculo do ponto de equilíbrio reduz consideravelmente os riscos para a empresa, pois torna concretos os dados necessários para cobrir todos os custos.

Portanto, aumenta a conscientização sobre o andamento do negócio, desta forma será fácil evitar qualquer tipo de não transação efetiva e, portanto, falência.

É útil para planejar campanhas de comunicação e marketing

Dispondo de dados e elementos concretos, torna-se muito menos exigente para um empreendedor planejar campanhas de marketing visando melhorar o lucro corporativo.

Com o cálculo do break even, toda decisão de negócio se torna racional e ponderada, pois é suportada por números e dados previamente analisados.

É útil para identificar todos os custos de negócios

Muitas vezes ao desenvolver um projeto empresarial é fácil esquecer de incluir na lista de despesas a serem incorridas ou já incorridas alguns custos.

A análise do break even pode ser útil para criar uma lista completa de empréstimos suportados pela empresa antecipadamente, evitando qualquer tipo de descuido.

Quando é apropriado calcular o break even?

Existem três situações particulares em que é particularmente recomendado realizar uma análise de Break even:

Começando um novo negócio

Quando você planeja abrir um novo negócio, é essencial realizar uma análise de break even. Afinal, o cálculo do ponto de equilíbrio é útil para avaliar a real viabilidade do projeto considerando todos os custos de forma realista.

Lançamento de um novo produto

Muitas vezes, o lançamento de um novo produto pode levar a um aumento considerável nas despesas do negócio.

Os custos fixos permanecem os mesmos, mas os custos variáveis sofrem alterações em relação ao novo produto em questão. Pois podem incluir custos extras de lançamento novos serviços e produtos.

Portanto, é fundamental calcular o ponto de equilíbrio para identificar o possível preço de venda ideal do novo produto, bem como mensurar os gastos necessários para lançar esse novo produto.

Inserção de um novo canal de vendas

Ademais, a adição de um novo canal de vendas, de qualquer tipo, envolve uma mudança nos custos variáveis, como a inclusão de um suporte de informática para empresas.

Além disso, também neste caso é essencial realizar uma análise de break even para examinar e planejar novamente as estratégias da empresa. Logo, como vimos, esse cálculo é fundamental para todo os tipos de empresas e negócios.

Leia mais artigos no BLOG do autor…

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Written by Lucas Avila

Assessor do blog Guia de Investimento, o blog ideal para pequenos e micro empreendedores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ABERTURA DE MERCADO – 01/07/2022

Levantamento: Small caps têm pior mês do ano